Buscar

Nota Orientativa 2019.17 (05 Junho de 2019)

Orientações sobre o envio de evento com data de ocorrência em período de versões anteriores do leiaute;

e envio extemporâneo em data anterior à mudança de nome do trabalhador


O que é um evento extemporâneo ?

De acordo com o manual de regras do eSocial versão 2.5 o evento é considerado extemporâneo quando a data de seu envio for posterior à data de sua ocorrência E outro evento com data de ocorrência posterior já tiver sido recepcionado (no caso de evento periódico, considera-se como data de ocorrência seu período de apuração).



Nota Orientativa 2019.17 de junho de 2019

Orientações sobre o envio de evento com data de ocorrência em período de versões anteriores do leiaute;
e envio extemporâneo em data anterior à mudança de nome do trabalhador

De forma prática a (NO) orienta sobre o envio de eventos extemporâneo, que deverá observar a versão atualizada dos leiautes.

Outra orientação trata da alteração cadastral com data de ocorrência anterior a mudança de nome do trabalhador, em regra deverá sempre enviar nos eventos extemporâneo deste tipo, o nome e data de nascimento que consta na base da RFB o (CPF) no momento do envio.


Veja na integra a NO 2019.17 publicada em 05/06/2019 no portal eSocial


Envio de eventos com data de ocorrência situada em período de versão anterior do leiaute.

O que determina a versão do leiaute a ser utilizada pelo usuário é sempre a data do envio do evento e não a data da ocorrência do fato a que ele se refere. Ou seja, caso seja enviado em 05/2019 um evento de admissão ocorrida em 06/2018, a versão do leiaute a ser utilizada é a 2.5, vigente em 05/2019, e não a versão 2.4.02, vigente em 06/2018.

Cabe destacar alguns pontos:


  • - Quando há implementação de nova versão do leiaute é definido um período de convivência de versões (com duração variável em função da extensão das modificações) e, neste período, é permitido o envio dos eventos em qualquer uma das versões, tanto na versão nova quanto na que será substituída (para maiores informações, consultar o MOS, item 20.3 do Capitulo I).

  • - Quando campos obrigatórios são criados em determinada versão do leiaute com exigência de informações que não eram exigidas na versão anterior, a validação do campo criado deve definir um marco temporal a partir do qual essa informação passa a ser obrigatória, para evitar que a retificação ou o envio extemporâneo de evento referente ao passado obrigue o usuário a prestação de uma informação que não era exigível à época e para a qual ele pode não possuir arquivo. Segue exemplo deste tipo de validação, retirada do evento S-1210 da Nota de Documentação Evolutiva - NDE nº 3.

prevCompl retPgtoTot 7 Dados de previdência complementar 0-1 - Se houver {codRubr} com {codIncIRRF} = [46, 47, 48, 61, 62, 63, 64, 65, 66, 9046, 9047, 9048, 9061, 9062, 9063, 9064, 9065, 9066]: F (Se {perApur} < [2020-01]); O (Se {perApur} >= [2020-01]). Caso contrário: N.


Envio extemporâneo de evento cadastral com data de ocorrência anterior a mudança de nome do trabalhador.

Para a recepção de evento cadastral (S-2200, S-2300 e S-2205) o sistema exige a conferência de correção do CPF, nome e data de nascimento do trabalhador na base cadastral da Receita Federal, contudo, é importante esclarecer que esta conferência tem como base a data de envio do evento e não a data de sua ocorrência.

Exemplo: Uma empregada foi admitida em 01/05/2018 com nome: Julia Santos. Na data de sua admissão o sistema validou o nome no CPF e, somente após a sua confirmação, o evento foi aceito. Em 01/11/2018 essa empregada se casou e incluiu o sobrenome do marido. Diante disso foi enviado um evento S-2205 para atualização cadastral de seu estado civil e nome. O evento foi aceito após confirmação na base do CPF, onde seu nome já havia sido atualizado para Julia Santos Matos. Em 12/2018 o empregador percebeu que deveria ter lançado, em 07/2018, uma atualização de endereço da empregada, através de um evento de alteração cadastral (S-2205). Apesar de a empregada utilizar seu nome de solteira naquela data, o evento deve ser enviado com seu nome atual, porque o sistema faz a integração com o cadastro CPF tendo como base a data de envio do evento extemporâneo.


Revalidação da cadeia de eventos não periódicos para a recepção de evento extemporâneo

Ao enviar um evento não periódico extemporâneo, o sistema efetua uma revalidação de todos os eventos não periódicos posteriores àquele que se pretende incluir, simulando a inclusão de cada um deles com a execução de todas as regras a que estariam sujeitos. Contudo, diante da limitação da consulta histórica do nome do empregado, ao simular a recepção do evento extemporâneo na posição sequencial a que se destina, o sistema reexecuta as regras aplicáveis a todos os eventos posteriores, mas exclui dessa revalidação as regras que envolvem conferência de nome no banco de dados do CPF. Ressaltando que para o próprio evento extemporâneo que está sendo incluído a verificação do nome é feita considerando a data atual, como esclarecido no item anterior


Baixe a NO2019.17 em pdf em http://bit.ly/NO2019_17


Regra extraída manual de regras de validação do eSocial 2.5v

O envio de evento extemporâneo deve observar o que segue:


a) O evento não periódico extemporâneo só será recepcionado após validação com os eventos não periódicos anteriores e com o primeiro posterior de cada tipo (ex.: primeiro afastamento posterior, primeira alteração cadastral, primeira alteração contratual, primeiro desligamento, primeira CAT, etc.);


b) Quando validada pela regra do item 'a', serão recepcionados apenas os eventos não periódicos extemporâneos que atenderem:

b1) Às regras de validação do fechamento das folhas de todo o período afetado cujo movimento já esteja fechado se o evento extemporâneo incluir trabalhador (ou ampliar no RET o seu período de contrato ativo);

b2) Às regras REGRA_REMUN_JA_EXISTE_DESLIGAMENTO e REGRA_REMUN_TRAB_EXISTENTE_RET e à condição do grupo {infoComplCont} de todo o período afetado, se o evento extemporâneo excluir trabalhador (ou reduzir no RET o seu período de contrato ativo).



Adquira já a planilha de custo de empregados - fácil rápida e precisa. http://bit.ly/planCusto

Quer saber mais sobre o lançamento do ebook eSocialnapratica?

Mais de 100 dicas incríveis e indispensáveis p/ Depto Pessoal/RH, como:



  • Tratativas para aprendiz gestante,

  • Redução de custo folha pelo FAP,

  • Recolhimento produtor rural,

  • Rescisão por óbito, horas extras comissionistas,

  • Acordo Art. 484-A,

  • Reforma Trabalhista,

  • Consulta débitos PFGN,

  • Rubricas informativas,

  • Folha complementar por convenção,

  • eSocial e muitas outras.

Deixe seus comentários e se estiver interesse no lançamento do eBook, envie e-mail para esocialnodp@gmail.com ou cadastre-se no site esocialnapratica.net para receber informações exclusivas.


Se preferir acessar a página pelo celular, instale o aplicativo Wix http://wix.to/l0DQARc e junte-se a nós na comunidade

______

https://www.facebook.com/esocialnapratica/

esocialnapratica.net


0 visualização

Entre em contato

esocialnodp@gmail.com

  • Twitter ícone social
  • Facebook Social Icon
  • menseger

© 2018 por Lermen e Orgulhosamente criado com Wix.com